domingo, 6 de maio de 2012

CÓLICAS

Os bebés nos primeiros meses sofrem muitas vezes de cólicas.
Estas começam pouco depois do nascimento e acabam por volta dos 3 meses.
Entre os sintomas, contam-se espasmos súbitos, aparentemente de dor, que se manifestam geralmente à tardinha;
a criança chora alto e continuamente, muitas vezes encolhendo as pernas, e o abdómen fica distendido e tenso.
Frequentemente os sintomas só desaparecem quando a criança liberta gases, ou evacua.
Têm sido sugeridos vários fatores contributivos , como dores abdominais, aerofagia, alimentação
excessiva ou insuficiente, alergias intestinais e até stress dos pais.
Alguns especialistas afirmam que as cólicas poderão estar ligadas à nutrição e que certos bebés
com cólicas sofrerão também de intolerância alimentar, dizem ainda que , muito ocasionalmente,
os lacticínios consumidos por uma mãe que amamenta produzem cólicas na criança.
Outros responsabilizam o álcool, a cafeína, diversos frutos,ou alimentos condimentados na
alimentação da mãe, mas não existem provas que sustentem estas afirmações.
TRATAMENTO:
Alguns profissionais de saúde acham que é importante a posição em que a criança é alimentada.
O ar engolido e acumulado no estômago do bebé liberta-se mais facilmente ao arrotar se ele for
alimentado em posição quase vertical.
Depois de comer e arrotar sugerem que a criança seja deitada sobre o lado direito, para que o ar
ainda retido no estômago, não seja impelido para o intestino, onde provocará mal-estar.
Segurar a criança direita durante uma crise ou deitá-la nos nossos joelhos, ou em cima de uma
botija morna, enquanto lhe esfregamos as costas, pode também ter um efeito calmante.
Um remédio tradicional era dar uma massagem no abdómen com azeite morno.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search