quarta-feira, 25 de abril de 2012

SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS, QUEM PRECISA DELES ?

Verifica-se hoje em dia um grande interesse pela saúde, que se traduz por um cuidado renovado com a alimentação,
com a prática de exercício físico e ainda em muitos casos, por um aumento da ingestão de suplementos nutricionais.
Se bem que da toma de alguns destes suplementos resultem benefícios reais, os nutricionistas sublinham
que o consumo exagerado de suplementos de vitaminas e minerais pode ser prejudicial à saúde.
QUEM PRECISA DE FACTO DE SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS?
Quando uma alimentação, só por si não consegue satisfazer a necessidade de nutrientes
específicos, são muitas vezes recomendados suplementos vitamínicos ou minerais, sobretudo a
crianças pequenas, mulheres grávidas, vegetarianos radicais e pessoas idosas.
Geralmente os médicos aconselham até à idade de 5 anos, as crianças tomarem suplementos de
vitaminas A, C e D, em especial as crianças cujas famílias seguem dietas que excluem certos
alimentos e as que comem mal e cujas fontes alimentares são limitadas.
Os suplementos de ácido fólico são recomendados antes e durante as fases iniciais da gravidez, a
fim de reduzir o risco de que a criança nasça com problemas, por exemplo, espinha bífida.
Tomados em conjunto com vitamina B12, os suplementos de ácido fólico podem ajudar homens
de meia-idade e pessoas idosas, visto que a deficiência deste nutriente pode provocar um aumento
no sangue dos níveis de um aminoácido que está associado a um risco acrescido de doença cardíaca.
Os vegetarianos que excluem da dieta todos os alimentos de origem animal precisam de comer
alimentos enriquecidos, como cereais de pequeno-almoço, ou de tomar suplementos de vitamina
B1, e possivelmente também de vitamina D e riboflavina, e dos minerais zinco, cálcio, iodo e ferro.
No caso de pessoas idosas, as dietas normais raramente satisfazem as necessidades de vitamina D, pelo que os suplementos são úteis.
Para quem tem falta de apetite ou restrições à dieta, um suplemento multivitamínico pode ser útil para ajudar
a evitar infeções, estimular o sistema imunitário e reduzir o risco de doenças degenerativas, como o cancro.
Um suplemento de ferro e vitamina C, é o tratamento mais eficaz para casos graves de ANEMIA FERRIPRIVA.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search