sexta-feira, 13 de abril de 2012

MOLHOS

Alguns molhos são usados em doses tão pequenas que os eventuais benefícios nutricionais não têm significado.
Mas os molhos consumidos em quantidades maiores, à base de natas e ovos contêm em gera, gordura e calorias.
Muitos molhos, como o ketchup e o molho ligado com caldo de carne, são ricos em açúcar e sal.
Os molhos de fabrico industrial contêm inúmeros aditivos, como, espessantes, emulsionantes, estabilizantes, conservantes e corantes.
Verifique sempre os rótulos com cuidado se é alérgico a algum destes aditivos.

MOLHOS CREMOSOS
O molho bearnês e o holandês são molhos clássicos, feitos com gemas e manteiga, e temperados com sumo de limão ou vinagre.
São uma fonte de vitamina A, mas têm um teor de calorias e gorduras saturadas extremamente elevado.
Por isso tal como acontece com todos os molhos à base de natas, evite-os se tem níveis altos de colesterol no sangue.
O molho béchamel, ou molho branco, preparado com manteiga, farinha e leite, tem um teor de calorias e gordura menos elevado.
Feito com leite meio gordo ou magro e com relativamente pouca manteiga, não é prejudicial se consumido ocasionalmente.
O molho béchamel com queijo ralado, ou molho Mornay, tem mais calorias e gorduras saturadas.
Estes molhos à base de leite fornecem vitaminas B2, B12 e niacina, cálcio e fósforo.
O molho feito com a gordura que escorre da carne a ser assada pode ter um alto teor de gordura,
mas obtém-se uma versão mais saudável retirando previamente a gordura dos sucos da carne.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search