quarta-feira, 21 de março de 2012

OSTEOARTRITE - CAUSAS E TRATAMENTOS

As articulações do corpo estão cobertas por uma camada de cartilagem que lhes permite moverem-se
com ligeireza umas contra as outras, também protegem o osso de choques que em situação normal o estilhaçariam.
Com a osteoartrite, a cartilagem desgasta-se e como parte da tentativa de a reparar formam-se
excrescências ósseas (osteófitos) nas margens das articulações.
Daí resulta dor, rigidez e por vezes perda da função, a inflamação da membrana sinovial pode
provocar inchaço com aumento de fluido na articulação.
A osteoartrite divide-se em duas categorias:
Osteoartrite primária generalizada que ataca articulações previamente normais, surge em famílias
e é reconhecida pela deformidade e inchaço ósseo da segunda articulação dos dedos.
Osteoartrite secundária que afeta articulações previamente lesadas, é mais vulgar nas articulações que suportam pesos.
Os que sofreram problemas articulares anteriores têm mais probabilidades de virem a padecer
de osteoartrite secundária.
A obesidade pode acelerar o avanço do problema, em especial nos joelhos.
Recomenda-se exercício, embora seja importante não haverem pressões nas articulações.
Sugerem-se analgésicos ligeiros e as drogas anti-inflamatórias são úteis.
As zonas afetadas podem ser massajadas com um gel anti-inflamatório, também pode recorrer-se a injeções
de esteróides, e à fisioterapia, assim como a termoterapia e a hidroterapia, que melhoram a mobilidade.
Se a dor e a incapacidade forem muito fortes, recomenda-se consultar um reumatologista ou um ortopedista.
Se a degeneração for quase completa, torna-se necessária a cirurgia de substituição articular (arteoplastia).
A substituição na anca é agora muito vulgar e melhora muito a qualidade de vida de muitos pacientes.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search