quarta-feira, 21 de março de 2012

MOLIBDÉNIO

.
Sem molibdénio, muitas enzimas não são capazes de desempenhar as suas funções.
Este mineral é essencial para os enzimas que participam na produção da ADN e do ARN
e para os que contribuem para a produção de energia a partir das gorduras e
para libertação do ferro das reservas orgânicas.
O molibdénio, que também é necessário para a produção de ácido úrico,
encontra-se no esmalte dos dentes , podendo eventualmente prevenir a cárie dentária.
O fígado é uma das melhores fontes de molibdénio, mas este mineral
encontra-se igualmente em muitos alimentos vegetais em quantidades
que dependem da percentagem presente no solo.
Necessário apenas em quantidades vestigiais na dieta, a deficiência de molibdénio
é praticamente desconhecida.
Em casos raros,poderia ser causada por ingestão excessiva de cobre, provocando
batimentos cardíacos irregulares e produção reduzida de ácido úrico.
A ingestão excessiva também é rara, mas verificou-se uma elevada incidência
de gota em algumas regiões da Arménia, onde o solo é rico em molibdénio.
A ingestão de quantidades elevadas deste mineral também pode dar origem
a aumento da perda de cobre através da urina.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search