segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

RINITE ALÉRGICA SAZONAL (Febre dos fenos)

FEBRE DOS FENOS E ALERGIAS RESPIRATÓRIAS
A designação científica para esta doença é rinite alérgica sazonal, na
realidade, não é provocada pelo feno, e as suas vítimas não sofrem
qualquer alteração da temperatura do corpo.
Os sintomas são desencadeados por pólenes ou esporos de bolores, e o momento
em que surgem depende inteiramente do tipo de substância a que se é alérgico.
A febre dos fenos em algumas pessoas é causada pela alergia aos esporos libertados
por diferentes tipos de fungos, desde meados do Verão até ao inicio do Outono.
Se tiver a pouca sorte de reagir a mais do que um tipo de pólen, então os seus
sintomas poderão durar vários meses.
O pólen provoca por vezes crises de asma que devem ser tratadas pelo médico.
Os sintomas da febre dos fenos são; nariz a "correr" ou congestionado e os espirros,
são reação a alérgenos como pólen ou ácaros do pó, que aumentam a produção de histamina.
A histamina e outros químicos libertados pela reação alérgica provocam a tumefação da
mucosa do nariz, por vezes tão intensa que impede completamente a respiração nasal,
com a consequente sensação de "sufoco".
Olhos congestionados, inflamação, prurido e lacrimejo constituem a reação
dos seus olhos aos alérgenos.
As lágrimas são o modo como o organismo tenta livrar-se deles.
Se esfregar os olhos congestionados só piora a situação.
Um nariz a "pingar" é um incómodo permanente durante a estação do pólen para aqueles
que têm a febre dos fenos, e durante todo o ano para os que sofrem de rinite perene.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search