quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

A ESTERILIDADE - Parte 2/3

.
(Continuação)
É aconselhável, tanto para homens como para as mulheres, reduzir a ingestão de alimentos
que contenham ingredientes altamente refinados, por exemplo a farinha e o açúcar brancos,
pois estes carecem muitas vezes dos nutrientes essenciais e impedem o consumo de
alimentos mais nutritivos.
Beber álcool em quantidades excessivas pode interferir na absorção das vitaminas do
complexo B e de certos minerais, como por exemplo, o zinco e o ferro, ao passo que a
ingestão de grandes quantidades de chá pode prejudicar a absorção de ferro.
Para estimular a fertilidade masculina são necessários ácidos gordos essenciais
(que se encontram no peixe gordo e nos óleos poliinsaturados), vitaminas A,B,C e E e
ainda minerais como o zinco e o selénio.
Todos estes nutrientes contribuem para a produção de esperma saudável.
Existem muitos estudos que mostram a ligação entre esperma saudável e zinco;
nos testículos, e também no esperma encontram-se elevadas concentrações desde mineral.
Os testículos saudáveis também contêm grandes concentrações desde mineral.
Os testículos saudáveis também contêm grandes concentrações de vitamina C, havendo
alguns cientistas que são da opinião de que doses maciças de vitamina C podem resolver
uma causa frequente de infertilidade masculina - a aglutinação do esperma.
A relação entre a esterilidade e a deficiência em vitamina C foi objeto de um estudo,
foram administrados 500 mg de vitamina C duas vezes ao dia, durante um mês, a um
grupo de pacientes do sexo masculino.
Todos os homens abrangidos por este estudo tinham começado com níveis dietéticos
muito baixos de vitamina C.
Passadas três semanas a percentagem de esperma aglutinado tinha baixado, em média
de 37% para cerca de 11%, valor este que se encontra já bem dentro dos níveis normais
de homens férteis.
Em muitos casos, as causas da esterilidade não estão relacionadas com a alimentação.
Nas mulheres, o problema pode dever-se a uma infeção, obstrução das trompas de Falópio,
desequilíbrios hormonais, ausência da ovulação ou até destruição dos espermatozóides
pelo muco cervical.
Nos homens, algumas doenças da próstata e doenças anteriores, como, por exemplo,
a papeira ou a orquite (inflamação dos testículos).
(Continua)
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search