sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

ÚLCERAS PÉPTICAS E A ALIMENTAÇÃO

.
Aumentar a ingestão de legumes e fruta, como cenouras, couve-galega, pimentos,
citrinos, alperces e kiwis, pode contribuir para a cicatrização de úlceras pépticas e
proteger as paredes do estômago de outras lesões.
Os nutrientes úteis destes alimentos são o betacaroteno, que o organismo converte
em vitamina A, e a vitamina C.
Os alimentos ricos em zinco, como os cereais integrais e o marisco, também auxiliam
o processo de cicatrização.
As úlceras pépticas surgem quando o equilíbrio entre os sucos digestivos ácidos
e a mucosa dos órgãos digestivos é perturbado: a mucosa sofre um processo de erosão,
podendo então formar-se úlceras.
Alguns estudos sugerem que os ácidos gordos essenciais (que se encontram nos óleos
de peixe e de sementes) podem ajudar a proteger o organismo contra as úlceras através
do aumento da produção de prostaglandinas ( grupo de compostos que incluem entre
as suas funções a proteção do revestimento do aparelho digestivo).
A dieta de baixo teor de fibras à base de alimentos moles, como peixe magro cozido, leite
e papas, anteriormente receitadas a doentes com úlceras, tem vindo a ser posta de lado.
Atualmente os médicos recomendam uma alimentação normal, evitando no entanto
refeições copiosas para não estimular a produção excessiva de ácido.
Muitos doentes acham que o piripiri, a pimenta-preta, a mostarda e ainda outros
condimentos fortes exacerbam os sintomas.
Pesquisas recentes revelaram a presença da bactéria Helicobacter pylori no estômago
de pessoas com úlceras, os sintomas desaparecem geralmente depois de a bactéria ter sido
eliminada através de antibióticos, o que sugere que esteja implicada na formação da úlcera.
Quem tem uma úlcera deve evitar cafeína e álcool, substâncias que podem provocar o
aumento da acidez do estômago, agravando assim a situação.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search