quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

PRISÃO DE VENTRE

.
Uma alimentação pobre em fruta, legumes e cereais integrais associada à falta de atividade
física, fez da prisão de ventre, um problema comum no ocidente.
A prisão de ventre, ou obstipação pode ter graves implicações a longo prazo, a regularidade
dos movimentos intestinais é sintoma de um intestino saudável e reduz o risco de doenças
do intestino grosso, em particular o cancro do cólon.
Embora a regularidade da atividade intestinal seja essencial à saúde, muitas pessoas
pensam erradamente, que é necessária uma frequência diária, considerando que menos
do que isso já constitui prisão de ventre.
Na realidade, os intestinos podem ser perfeitamente normais trabalhando três vezes por dia
ou de três em três dias.
Há dois tipos de prisão de ventre; a atónica, que se deve a uma falta de tonicidade muscular
e que ocorre quando a dieta é deficiente em líquidos e fibras ou como resultado de exercício
físico insuficiente, e a espástica, caracterizada por uma atividade intestinal irregular, que
pode dever-se a distúrbios nervosos, excesso de tabaco, alimentos que causam irritação da
mucosa ou obstrução do intestino grosso.
Uma dieta rica em alimentos refinados e pobres em hidratos de carbono complexos, fruta
e legumes será deficiente em fibras.
As fibras e certas formas de amidos fermentam no intestino grosso, fornecendo o volume
necessário para estimular os músculos do cólon, de modo que os alimentos digeridos sejam
impelidos ao longo do intestino.
Certos compostos presentes em alimentos, como o café e ameixas secas possuem o mesmo efeito.
Quando a uma dieta pobre em fibras se junta uma fraca ingestão de líquidos (menos de 1,5l/dia )
a densa massa de alimentos digeridos no cólon desidrata-se ainda mais, ficando seca e dura , e
por isso mais difícil de movimentar através do aparelho digestivo.
Isto provoca um aumento da pressão no intestino, causando desconforto.
Quanto mais tempo os resíduos da digestão permanecerem no intestino mais água perdem,
endurecendo e tornando-se ainda mais difícil a sua eliminação.
A atividade física regular estimula os movimentos intestinais, pelo que o estar sentado
durante longos períodos pode causar prisão de ventre.
O problema pode ainda dever-se a maus hábitos higiénicos como não defecar quando se
sente necessidade.
O uso excessivo de laxantes pode também interferir com o bom funcionamento do cólon, que acaba
por depender desses produtos,os quais devem usar-se tão comedidamente quanto possível.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search