terça-feira, 10 de janeiro de 2012

ESPINHA BÍFIDA - Parte 1/2

.
As mulheres podem reduzir as probabilidades de aparecimento de espinha bífida
(uma malformação congénita) no feto tomando um suplemento diário de
ácido fólico e consumindo alimentos que contenham este ácido.
O ácido fólico é uma importante vitamina do complexo B que, com a
vitamina B12, é necessária à formação dos glóbulos sanguíneos.
O período crítico durante o qual as mulheres devem garantir a ingestão de
ácido fólico em quantidade suficiente através da dieta é de facto antes da
concepção e durante os três primeiros meses de gravidez.
Assim, se está a tentar engravidar, consulte o seu médico, pois deve começar
a tomar imediatamente um suplemento diário de ácido fólico.
Literalmente, espinha bífida significa "coluna bifendida".
Este problema ocorre quando a coluna vertebral do feto não consegue
formar-se corretamente, deixando sem proteção uma parte da medula espinal
ou das suas raízes em qualquer ponto ao longo da coluna.
A medula espinal e a coluna fazem parte do tubo neural, que começa a desenvolver-se
duas ou três semanas após a concepção.
Não se conhecem ainda totalmente as razões pelas quais o tubo neural se
desenvolve por vezes com anomalias, mas há fatores dietéticos, genéticos
e ambientais envolvidos.
Muitos bebés que nascem com espinha bífida também sofrem de hidrocefalia,
excesso de líquido cefalorraquidiano no cérebro que impedem a drenagem
apropriada daquele líquido.
(continua)
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search