domingo, 8 de janeiro de 2012

ERVILHAS

As ervilhas sendo consumidas ainda verdes, contêm proporcionalmente
menos proteínas e mais vitamina C do que outras leguminosas.
Cerca de 65g de ervilhas cozinhadas fornecem 50 calorias, 1/4 das necessidades
diárias de vitamina C e metade das tiamina.
As ervilhas contêm também ácido fólico, fibras e fósforo.
Logo que as vagens são colhidas, o açúcar natural das ervilhas começa a
transformar-se em amido, assim, se levarem vários dias a chegar ao consumidor,
o seu teor em amido é mais elevado do que nas ervilhas congeladas, em que as
alterações químicas são mínimas por a congelação se verificar quase imediatamente
a seguir à colheita.
No entanto, como são branqueadas antes de serem congeladas, perdem parte da
vitamina C e da tiamina que contêm.
As ervilhas enlatadas perdem grande parte do seu teor de vitamina C durante o
processo de conservação e podem ter sal e açúcar adicionados.
Além das ervilhas que se vendem para debulhar, existem as ervilhas de quebrar,
ou ervilhas-tortas, que são consumidas inteiras, pelo que fornecem bastantes
mais vitamina do que as outras ervilhas.
Uma porção média de 100g de ervilhas-tortas , cruas ou salteadas, fornece mais do que
a dose diária recomendada de vitamina C 135% quando cruas, 128% quando cozinhadas .
Estas ervilhas também constituem uma boa fonte de betacaroteno e potássio e contem
quantidades úteis de fibras.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search