domingo, 25 de dezembro de 2011

OS PRODUTOS LIGHT

.
Existem cada vez mais produtos com a designação de light, diet ou magro.
São alimentos aos quais se reduziu sensivelmente o valor calórico, com eliminação de
algumas gorduras e açucares.
Ajudam a diversificar as refeições, mas se não forem integrados num regime dietético,
não fazem emagrecer.
A comercialização de versões menos calóricas, gordas ou açucaradas dos produtos clássicos
não é, certamente de recriminar.
O que tememos é que os fabricantes lancem produtos novos sob designações fantasistas e
enganadoras, dificilmente se pode admitir que os fabricantes não respeitem uma legislação
feita, em princípio, para proteger os consumidores.
Um dos principais inconvenientes destes produtos é que para compensar o efeito da
redução ou eliminação das calorias no sabor e textura dos alimentos, utilizam mais aditivos.
Se substituirmos uma parte da gordura, por exemplo de uma margarina por água ,
será necessário utilizar um emulsionante para que a água e a gordura se mantenham
estavelmente ligadas.
Quanto aos refrigerantes diet, substituem os açúcares por edulcorantes, por isso ,
o seu consumo deve ser limitado e é totalmente desaconselhado para crianças e grávidas.
Evite todos os produtos que não indiquem rigorosamente a composição e o valor nutritivo.
No caso dos produtos com açúcar, verifique quais são os ingredientes utilizados,
lembrando-se de que os derivados do amido (frutose, o sorbitol, o manitol e o xilitol),
devem ser usados em quantidades muito pequenas, pois são tão energéticos como o açúcar.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search