quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

DOENÇA DE CROHN - Parte 3/3

(Continuação)
Pode ser preciso reforçar os níveis de vitamina B12 comendo carne magra, peixe, leite ou
cereais de pequeno-almoço enriquecidos.
Outras possíveis deficiências de vitaminas incluem a vitamina C, presente na fruta e nos
legumes frescos; a vitamina D, presente em peixes como o salmão e a sardinha, e vitamina K ,
fornecida pelos legumes verdes, fígado e tomate.
Os níveis de minerais essenciais podem igualmente tornar-se muito baixos.
Os lacticínios , as sardinhas e legumes de folhas verdes são boas fontes de cálcio.
Os níveis de ferro podem ser reforçados comendo miudezas, peixe gordo e legumes de
folhas verdes.
A doença de Crohn provoca muitas vezes insuficiência de magnésio,que pode ser
compensada com a ingestão de peixe e marisco.
O fígado, o peixe e cereais integrais podem ajudar a equilibrar a diminuição da absorção
de selénio, e os níveis de zinco podem ser estimulados através do consumo de peixe e marisco,
carne de vaca e de porco, lacticínios e frango.
Há provas , no entanto ainda não confirmadas por estudos científicos de que a vitamina E ,
uma vitamina presente em óleos de sementes, no germe de trigo, nos legumes de folhas
verdes e nos ovos, por exemplo, pode pode ajudar a reduzir a inflamação do intestino.
Não existem alimentos específicos que se saiba serem causadores da doença de Crohn, e
também não se conhece nenhum que a cure, no entanto fazendo uma alimentação
equilibrada e evitando os alimentos que se sabe agravarem os sintomas, é possível
minimizar alguns efeitos da doença.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search