quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

COLITE ULCEROSA - Parte 1/2

.
Embora a alimentação não cure a colite ulcerosa, uma dieta adequada
pode reduzir alguns dos sintomas para um nível mais tolerável.
Por exemplo, recomenda-se às pessoas que sofrem de colite uma dieta rica
em fibras solúveis e pobre em alimentos ricos em fibras insolúveis, como
farelos frutos secos, sementes e milho doce, pois este tipo de fibras pode
irritar mais o cólon, estimular as contracções intestinais e aumentar
assim a probabilidade de diarreia.
A colite ulcerosa é uma doença inflamatória do cólon ou do recto.
Afecta cerca de 4 a 6 pessoas em cada 100 mil é é mais comum nas mulheres,
do que nos homens.
A incidência da colite ulcerosa é principalmente notada entre os 20 e os 25 anos.
O prognóstico depende da gravidade e duração da doença em fase activa,
situação que causa aumento de volume do abdómen, hemorragia e ulceração
do revestimentos do cólon, provocando dores e diarreia.
Embora cerca de 60% dos pacientes sofram apenas de uma forma benigna da
doença, pelo menos em 30% será necessária a remoção cirúrgica de parte,
ou a totalidade do cólon nos primeiros 3 anos, e cerca de 97% de todas as pessoas que
sofrem de colite ulcerosa, terão pelo menos uma recidiva num período de 10 anos.
.
(continua)

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search