quinta-feira, 20 de setembro de 2012

AGENTES POTENCIAIS DE ASMA - 2ª parte

.
A União Europeia não permite o uso de sulfitos nos produtos frescos,
mas podem contudo, utilizar-se em dosagens reduzidas na carne picada,
salsichas frescas, fruta seca, compotas, vinagre, legumes congelados e
marisco de conserva.
Usam-se sulfitos na cerveja, sidra e vinhos, estes produtos podem
constituir um risco para asmáticos, talvez em consequência de atividade
bacteriana durante a produção, alguns vinhos contêm também níveis de 
histamina que podem provocar reações asmáticas imediatas em algumas
pessoas mais sensíveis.
Os benzoatos, conservantes presentes em bebidas não-alcoólicas e
compotas de baixas calorias, até às pastilhas elásticas e ás ovas, podem
desencadear crises de asma.
Outros agentes potenciadores são, os aditivos antioxidantes menos comuns;
os sais do ácido gálico (E310-12), o hidroxianisolo butilado (E320) e o
hidroxitolueno butilado (E321), usados em certas gorduras e óleos e em
alguns cereais de pequeno-almoço.
Também os corantes alimentares E102 (tartarazina), E104 (amarelo de quinoleína)
e o E110(amarelo-sol) podem desencadear ataques de asma em pessoas suscetíveis.
A legislação comunitária obriga a que a presença de todos estes aditivos seja
indicada nos rótulos dos alimentos.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search