segunda-feira, 21 de maio de 2012

TRATAR A EPILEPSIA COM A DIETA ? (1ª parte)

A epilepsia é causada por anomalias na atividade elétrica do cérebro e pode ter origem numa lesão cerebral
resultante de traumatismo ocorrido antes, durante ou depois do nascimento, de um tumor, de febre na infância ou
de uma infeção, por vezes é hereditária, mas em certos casos não se consegue descobrir a causa.
Alguns ataques epilépticos parecem ser desencadeados por uma deficiência vitamínica, o que tem levado
os médicos a estudarem com atenção a possibilidade de tratar o problema através da dieta.
Os ataques epilépticos variam de intensidade e a sua frequência pode ir desde breves falhas de memória e
concentração, conhecidas por ausências, até convulsões que podem ocorrer várias vezes por dia.
O stress, o cansaço, o excesso de álcool, um acesso de febre e a menstruação são todos eles fatores
que podem estar na origem de um ataque epiléptico.
Todas as formas de epilepsia são tratadas com medicação, os medicamentos evitam os ataques em 80% dos epilépticos.
Algumas das drogas dos medicamentos podem ter efeitos adversos, por isso tem vindo a verificar-se um apoio
crescente por parte dos médicos a uma terapia de controle da epilepsia baseada em medicamentos
em conjugação com métodos dietéticos.
Alguns estudos revelam que em casos raros, a falta de vitamina B6 e D pode provocar ataques epilépticos.
A vitamina B6 é fornecida pela carne, cereais integrais e leguminosas, e a vitamina D, pela maioria dos peixes
gordos e por alguns derivados do leite, em especial queijo e leite enriquecido.

(continua)

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search