sexta-feira, 25 de maio de 2012

FACTORES QUE CONDUZEM À OBESIDADE

.
Apesar de fatores como os genéticos, bioquímicos, hormonais, fisiológicos e metabólicos serem
relevantes na etiologia do excesso de peso e obesidade, os fatores que mais condicionam e têm
levado ao contínuo crescimento da obesidade estão relacionados com as mudanças do estilo de
vida e dos hábitos alimentares.
A obesidade resulta de um desequilíbrio crónico entre o consumo e o gasto energético.
Quando a quantidade de energia ingerida excede o dispêndio da mesma dá-se origem à acumulação
de gordura corporal que, se não for controlada atempadamente, provocará o excesso de peso e a obesidade.
A ingestão excessiva de calorias e a inadequada atividade física são as principais razões para o
contínuo e dramático aumento desta doença nas últimas décadas.

CONTRARIE O EXCESSO DE PESO
Os doentes com excesso de peso não necessitam atingir o seu peso corporal ideal para conseguirem
benefícios significativos para a sua saúde.
Uma perda inicial de 5 a 10% do peso corporal num obeso, é por vezes suficiente para se conseguirem
melhorias consideráveis nas doenças e condições de saúde associadas ao excesso de peso.
Esta perda é por vezes suficiente para controlar e melhorar as glicémias, a tensão arterial e normalizar
o perfil lipídico, trazendo desde logo melhorias na auto-estima e no humor.
Quando a perda é mantida a longo prazo, acrescem benefícios na saúde e no bem-estar geral
dos indivíduos, levando a uma diminuição da mortalidade e da morbilidade nas doenças crónicas
associadas a esta epidemia.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search