quinta-feira, 12 de abril de 2012

FLÚOR

A insuficiência de flúor, sobretudo na infância, dá origem a cárie dentária; mas o excesso deste mineral,
proveniente da alimentação ou de outras fontes, como pasta dentífrica (se ingerida com frequência),
chá e água canalizada fluoretada, pode ser prejudicial, provocando fluorose (que dá uma
aparência mosqueada ao esmalte dos dentes).
A fluorose pode desencadear formação óssea excessiva, o que se manifesta em ossos muito mais
densos, mas menos flexíveis do que o normal, e por isso com maior tendência para fraturas.
Não sendo essencial para a vida, o flúor é importante para a manutenção de ossos saudáveis,
porque se combina com o cálcio, a fim de os fortalecer.
A deficiência de flúor, quando associada à insuficiência de cálcio pode conduzir a osteoporose.
Os níveis deste mineral na água da torneira variam, consoante a composição do solo e a proveniência da água.
Se, numa dada região, os níveis ultrapassam 0,03 mcg/l as crianças com menos de 2 anos não
devem tomar suplementos de flúor.
No solo ocorrem naturalmente níveis diferentes de flúor, afetando as quantidades do mineral
existentes nas culturas e na carne dos animais de pasto.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search