quarta-feira, 14 de março de 2012

VITAMINA A (RETINOL) - Parte 1/2

A Vitamina A desempenha várias funções importantes no organismo.
É necessária para a divisão e crescimento normais das células, participa na
manutenção das mucosas dos aparelhos respiratório, digestivo e urinário e
é essencial à visão, com um papel-chave na conversão da luz em sinais elétricos,
além disso, é importante para o desenvolvimento embrionário normal.
A sua deficiência provoca secura generalizada das mucosas e aumenta o risco de infeções.
Também dá origem a uma incapacidade de ver com luz fraca, chamada cegueira nocturna.
A falta prolongada de vitamina A resulta na deterioração progressiva da visão,
podendo chegar à cegueira, embora rara em países desenvolvidos, a deficiência de
vitamina A é uma das principais causas de cegueira evitável a nível mundial.
A dose diária de vitamina A adequada para adultos ronda os 700 mcg, que podem
obter-se do betacaroteno de cerca de 50g de cenouras cruas .
As mulheres grávidas ou que amamentam podem precisar de uma ingestão um
pouco maior, e as crianças, de uma dose ligeiramente inferior.
A vitamina A é conhecida por retinol devido à sua função especifica na retina .
Encontra-se em alimentos de origem animal, como lacticínios gordos, ovos e fígado.
Também se obtém, se bem que indiretamente, de alimentos vegetais contendo
o carotenóide betacaroteno, um pigmento que confere a muitos alimentos vegetais
a sua cor amarela ou laranja e que o organismo converte em vitamina A.
O retinol é uma substância sólida amarelo-clara que se dissolve facilmente em óleos e gorduras.
Pode ser produzido sinteticamente e, sob essa forma, é utilizado para enriquecer margarinas.
A fonte mais rica de retinol é o fígado, bastam 3g de fígado de vitela para satisfazer as
necessidades diárias de um adulto.

(continua)

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search