quinta-feira, 1 de março de 2012

DIVERTICULITE

.
A quantidade inadequada de fibras consumidas traduz-se num
número crescente de pessoas com distúrbios, como prisão de ventre,
hemorróidas e doença diverticular.
Esta última é muito frequente em pessoas no final da meia-idade e
em pessoas idosas, sendo as mulheres particularmente suscetíveis.
As crises agudas de diverticulite, podem ter tratamento hospitalar,
com antibióticos e líquidos administrados por via intravenosa.
As pessoas com diverticulite podem sentir algum alívio bebendo chá de hortelã
ou de camomila depois das refeições para acalmar a irritação ou inflamação local.
O problema deve-se a uma acumulação de pressão no intestino grosso
que faz com que as zonas enfraquecidas da parede intestinal se projetem
para fora, formando pequenos sacos, ou bolsas, chamadas divertículos.
A infeção e inflamação destas bolsas é designada por diverticulite.
Uma alimentação com elevado teor de legumes e cereais integrais pode
ajudar a evitar esta doença, pois a incidência deste problema é cerca de 30% mais
baixa nos vegetarianos, do que nas pessoas que consomem carne regularmente.
Reduza a ingestão de alimentos refinados e no lugar deles consuma, pão integral, muesli,
ou papas de aveia todos os dias, e também grandes porções de outros alimentos
ricos em fibras, como leguminosas, legumes e fruta fresca e seca.
Alguns estudos sugerem que o farelo pode exacerbar a doença diverticular
quando esta já existe, pelo que é preferível obter as fibras necessárias a partir
de alimentos integrais.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search