quinta-feira, 22 de março de 2012

CIRROSE (2ª Parte)

.
(continuação)

A capacidade de decompor os medicamentos e muitos outros compostos químicos, sobretudo os presentes em alimentos
ricos e condimentados, pode também ficar diminuída quando o fígado está deteriorado.
Evite portanto os pratos muito condimentados e ainda alimentos grelhados, que contêm toxinas.
Os doentes com cirrose avançada podem sofrer de edema (barriga de água), uma retenção excessiva
de líquido que provoca um inchaço geral ou local dos tecidos.
Quando isto acontece, deve-se diminuir a ingestão de sódio e de sal.

CAUSAS E SINTOMAS DA CIRROSE
A causa mais comum da cirrose é o consumo prolongado e excessivo de álcool.
Outras causas da cirrose incluem a hepatite viral, subnutrição e bloqueio dos ductos biliares.
À medida que a doença progride, formam-se nódulos de tecido cicatricial fibroso no tecido normalmente
mole do fígado e este torna-se menos capaz de remover as toxinas do sangue.
O doente sente-se mal, sofrendo de distensão da parte superior do abdómen, prisão de ventre
ou diarreia, vómito e perda de apetite e de peso.
Por vezes surge icterícia, e depois podem verificar-se ainda edema, anemia e perdas de sangue.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search