segunda-feira, 19 de março de 2012

CAUSAS E SINTOMAS DA ATEROSCLEROSE

.
Com a idade, o revestimento interior das paredes das artérias torna-se espesso e endurece,
processo designado por aterosclerose.
Este endurecimento nodular está associado ao depósito de gorduras, nas paredes das artérias.
O processo desenrola-se lentamente ao longo de décadas, mas ocorre mais rapidamente entre
fumadores e pessoas com níveis de colesterol elevados.
No Ocidente industrializado, a maioria dos homens ao chegar aos 50 anos sofre de aterosclerose.
As mulheres são relativamente pouco afetadas durante os anos férteis, em que os estrogénios
mantêm os níveis de colesterol baixos.
Após a menopausa, contudo a aterosclerose desenvolve-se, com frequência rapidamente.

CAUSAS E SINTOMAS
Como as artérias endurecidas são menos elásticas, não se distendendo facilmente, a pressão do
sangue no seu interior aumenta e por consequência, o afluxo de sangue aos tecidos é prejudicado.
Quando as artérias coronárias são fortemente afetadas, podem verificar-se dores no tórax,
acompanhadas de angina de peito e outras formas de doenças de coração.
Os enfartes do miocárdio (vulgarmente conhecidos por ataques cardíacos) e os acidentes
vasculares cerebrais entre os idosos devem-se na sua maioria , à aterosclerose.
Isto resulta da acumulação da lipoproteína de baixa densidade (LDL) - a lipoproteína que
transporta o colesterol no sangue em células chamadas macrófagos - nas paredes arteriais.
Estas células consomem os detritos celulares.
Normalmente, os macrófagos não agarram as LDL, mas se estas estiverem oxidadas,captam-nas,
ficando tão cheios com colesterol que formam cordões de gordura na parede da artéria.
A maior parte destes cordões desaparece com o tempo, mas alguns transformam-se em espessamentos,
ou placas, fibrosos- fenómeno frequentemente devido à morte dos macrófagos nos cordões de gordura.
Ao morrer, os macrófagos emitem informações químicas que levam à formação de cicatrizes.
Enquanto níveis altos de LDL no sangue aceleram a formação dos cordões de gordura , níveis
altos de lipoproteína de alta densidade (HDL) retardam-na .
Esta lipoproteína ajuda a remover o colesterol dos cordões de gordura, devolvendo-o ao fígado.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search