segunda-feira, 12 de março de 2012

BRONQUITE - Parte 2/2

(Continuação)
Para obter vitamina C, é indispensável comer frutos e legumes frescos.
Marisco, (principalmente ostras), pevides de abóbora e carne de vaca magra fornecem zinco, e os
peixes gordos terão efeitos anti-inflamatórios sobre os pulmões.
Deve evitar-se consumir gorduras e açucares em grande quantidade, pois assim haverá menos
apetite por alimentos mais nutritivos que contêm os micronutrientes necessários para manter o sistema imunitário.
O excesso de álcool ou café perturba também este sistema, uma vez que para limpar o sangue
das suas toxinas, o fígado tem de recorrer a outros micronutrientes, gastando assim as reservas do organismo.
O sistema imunitário pode ser afetado por metais pesados, como o chumbo a o cádmio.
Assim, é importante evitar alimentos provenientes de zonas sujeitas a poluição do trânsito automóvel.
Entre os alimentos com um teor elevado de cádmio, encontram-se os cogumelos de produção comercial cultivados
em estrume, os rins de animais adultos e o marisco apanhado em águas que estiveram expostas a poluição industrial.

PARA RESPIRAR MELHOR
Como alternativa agradável aos muitos descongestionantes atualmente existentes, a
aromaterapia oferece-nos inalantes naturais, como os óleos de eucalipto, hissopo e sândalo.
O óleo de eucalipto é especialmente eficaz para reduzir a obstrução nasal, aliviando a cabeça.
O hissopo é também um descongestionante, e o sândalo é um relaxante muscular e nervoso.
Para inalar, deitam-se umas gotas de cada um num guardanapo de papel ou num recipiente com
água quente ( não a ferver) nas seguintes proporções : três de eucalipto para duas de sândalo.
Como massagem, aplicam-se estes óleos essenciais na proporção de 15:10:5.
Entre outros óleos úteis, encontra-se o pinheiro, o cajuput e o niaouli.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search