sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

PROBLEMAS COM A TIRÓIDE

A Tiróide, situada à frente do pescoço, produz tiroxina, que controla o nível de energia do corpo.
Uma glândula hiperactiva com hiperprodução de tiroxina (hipertiroidismo) provoca perda de peso, aumento de apetite, palpitações, ansiedade, tremores, irritabilidade, aversão ao calor, transpiração e menstruações irregulares.
Não tratada, esta perturbação pode provocar falência cardíaca.
Uma glândula hipoactiva (hipotiroidismo) provoca apatia, aversão ao frio, perda de cabelo, fadiga,
obstipação, dores musculares, períodos abundantes, aumento de peso, depressão e rouquidão.
Se não for tratado, o hipotiroidismo em crianças pode provocar atraso no crescimento mental e físico.
Em casos graves de hipotiroidismo, o paciente fica cheio de frio, tonto e pode perder a consciência.
A causa mais vulgar, tanto do hiper como do hipotiroidismo, é o facto de o corpo desenvolver anticorpos contra a glândula da tiróide que provoca um aumento, ou redução, respectivamente, da produção da hormona da tiróide.
às vezes o hipertiroidismo é provocado pelo aumento de nódulos da tiróide, outras causas de hipotiroidismo,
incluem deficiências em iodo e deficiências congénitas, (ou mesmo total ausência da glândula tiróide).
Uma tiróide hipoactiva é tratada com comprimidos diários de tiroxina, a dose é estabelecida
gradualmente até o problema se estabilizar e o tratamento prolonga-se durante o resto da vida.
A deficiência em iodo é agora rara, mas o tratamento com hormonas da tiróide pode inverter
algumas das lesões provocadas pela doença.
O aumento da tiróide é tratada de acordo com a causa desse aumento.
Uma glândula hiperactiva é tratada com drogas para reduzir os níveis de tiroxina produzida pela tiróide.
Se o tratamento falhar, torna-se necessária a cirurgia para remover parte da tiróide ou, em pacientes
idosos, pode ser ministrado iodo radioactivo como bebida para aplicar irradiações à glândula.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search