segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

MEDICAMENTOS PARA TRATAMENTO DE INFEÇÕES

.
Antibacterianos e antibióticos
Estes fármacos utilizados para tratar infeções provocadas por bactérias,
podem destruir simultâneamente as bactérias, residentes nos intestinos,
as quais produzem pequenas quantidades de algumas vitaminas do complexo B
e vitamina K, que o organismo utiliza.
No entanto, como estes tipos de medicação costumam ser seguidos apenas por
curtos períodos, é improvável que afetem significativamente os níveis de
vitaminas presentes no organismo.
Durante um tratamento com antibacterianos ou antibióticos, deve repor-se
o equilíbrio das bactérias normais do intestino comendo iogurte (de preferência "bio")
duas vezes ao dia, contudo, consulte primeiro o médico, pois os alimentos ricos
em cálcio, como leite, iogurte e queijo, podem interferir com a ação de certos
antibióticos, como a penicilina, pencilamina e tetraciclina .
O tratamento com iogurte pode mesmo ser útil, mas deve ser adiado até alguns
dias depois de terminado o tratamento com antibióticos.
O medicamento antibacteriano isoniazida, usado para tratar a tuberculose,
pode dar origem à pelagra provocada por medicamentos, uma doença
nutricional que ocorre com maior frequência em países em desenvolvimento
como resultado de uma deficiência de niacina.
Os sintomas incluem dermatite esfoliativa (com escamação da pele), diarreia e depressão.
Os doentes que sofrem de malnutrição, os idosos e os alcoólicos contam-se entre
os mais atingidos poe esta deficiência, devendo por isso receber 10mg diários de
piridoxina(vitaminaB6) para compensar.
A nistatina, antifúngico utilizado no tratamento de infeções provocadas por fungos,
como a candidíase,pode inibir a acção das vitaminas B2 (riboflavina) e B6.
Este efeito pode ser minimizado comendo-se muitos alimentos ricos em vitaminas
do complexo B, como cereais integrais, carne, ovos e lacticínios.

Antipalúdicos
Estes fármacos foram criados para evitar ou tratar o paludismo (malária).
Entre eles, a pirimetamina pode reduzir a absorção de ácido fólico, pelo que não deve
ser tomada por grávidas ou idosos, ( poderiam contrair anemia megaloblástica, que
pode ser resultado de deficiência de ácido fólico).
Para evitar esta situação, pode ser aconselhável tomar um suplemento de ácido fólico e
comer muitos alimentos ricos em ácido fólico, como legumes de folha verde e leguminosas.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search