quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

AS VERRUGAS E O SEU TRATAMENTO

Também são designadas por papilomas, as verrugas devem-se a um vírus.
Embora não evoluam para problemas de saúde mais graves, geralmente são incómodas e
inestéticas, podendo até serem dolorosas.
Surgem com maior frequência na planta dos pés, zona sujeita a maiores pressões, devido a essas
pressões, a verruga cresce para dentro, podendo à primeira vista, ser confundida com um calo.
Estas afeções são contagiosas e tal como o pé-de-atleta transmitem-se geralmente nas piscinas
e noutros lugares públicos onde se ande descalço.
A probabilidade de contágio é maior quando existem feridas na pele.
Embora as verrugas possam desaparecer espontâneamente, nalguns casos é necessária a
intervenção de um médico.
Convém consultar o médico sempre que a verruga não desapareça ao fim de 6 meses, mude de
cor ou de tamanho, sangre ou provoque comichão e ainda, se a pessoa tiver as defesas diminuídas.
NO TRATAMENTO DAS VERRUGAS
A utilidade dos produtos anti-verrugas é controversa, existem especialistas que defendem que
estes produtos aumentam a resistência do vírus, além disso, alguns destes produtos contêm
substâncias que podem provocar malformações do feto em mulheres grávidas, pelo que não
devem ser usados por mulheres grávidas, ou mulheres que estejam a pensar engravidar, nem
por mulheres que amamentem.
As tinturas à base de ácido salicílico devem ser usadas com cuidado, de modo a evitar o contacto
com a pele saudável.
O tratamento médico passa pela injeção de um produto que mata as células da verruga, ou por
congelá-la com azoto líquido, para que se desagregue aos poucos.
Outra solução passa por aplicar anestesia local e extrair a verruga com uma pequena cirurgia.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search