sexta-feira, 4 de novembro de 2011

O FACTOR COLESTEROL NAS DOENÇAS CARDIOVASCULARES

Os níveis elevados de colesterol no sangue, são considerados a principal causa subjacente das
doenças cardiovasculares, mas esses níveis são determinados por uma interação complicada de
fatores genéticos e também de fatores dietéticos.
No Ocidente, 1 em cada 500 pessoas herda a predisposição para níveis de colesterol no sangue, elevados.
Essas pessoas têm entre 20 a 30 vezes, mais probabilidades de vir a sofrer doenças cardíacas
precocemente do que a média da população.
A maior parte das pessoas, porém, é responsável pelo seu aumento moderado do nível de
colesterol no sangue, através do consumo de demasiadas gorduras saturadas ou tornando-as obesas.
Apesar disso, muitas pessoas com altos níveis de colesterol no sangue não têm excesso de peso e
podem até ter um aspeto de magreza.
O perigo aumenta se a esses fatores se juntar também o consumo de tabaco.
O risco decorrente da da obesidade pode ser anulado pela perda de peso, pois esta costuma ser
acompanhada pela redução dos níveis de colesterol no sangue, esse emagrecimento não inclui as
dietas drásticas em que qualquer perda de peso, se deverá sobretudo à perda de líquidos, e será
recuperada mal se retome a dieta normal.
A única maneira realmente eficaz de emagrecer de forma saudável é reduzir a ingestão de
gordura e hidratos de carbono refinados, a que deve também juntar algum exercício físico.
Também se descobriu que as pessoas que mantêm o mesmo peso desde o início da sua vida
adulta, sem praticar dietas sem êxito, ao longo dos anos, não apresentam o mesmo aumento de
colesterol relacionado com a idade.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search