domingo, 30 de outubro de 2011

DOENÇA DE PARKINSON - (2ª parte)

REFEIÇÕES E MEDICAÇÃO
Em alguns, poucos doente , um excesso de proteínas interfere com a acção da levodopa, o
principal medicamento receitado para a doença.
Assim a droga deve ser tomada entre as refeições (pelo menos 40 minutos antes de comer),
devendo estas conter níveis moderados de proteínas fornecidos por pequenas porções de alimentos ricos em proteínas.
Se o doente não tem apetite, tente dar-lhe pequenos snack's nutritivos e saborosos a intervalos de 2-3 horas.

UMA DOENÇA MISTERIOSA
Este distúrbio, que afecta uma pequena parte do cérebro, é caracterizado por tremor, rigidez e lentidão de movimentos.
A evolução é gradual, e os sintomas incluem postura curvada, rosto inexpressivo, dificuldades de
fala, podendo o doente babar-se e perda de destreza motora.
A causa da doença de Parkinson é ainda um mistério, mas sabe-se que ocorre quando um
pequeno grupo de células cerebrais deixa de funcionar normalmente.
Esta situação é desencadeada por uma deficiência de dopamina, uma das substâncias químicas
que transmitem mensagens entre os nervos.
A ciência tem-se ocupado principalmente em substituir ou estimular os fornecimentos
reduzidos de dopamina por meio de drogas potentes, das quais a levodopa é a mais importante.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search