quarta-feira, 16 de julho de 2008

SARAMPO EM JÚPITER ?


NOVA TEMPESTADE EM JÚPITER CAUSA “SARAMPO PLANETÁRIO”


Uma terceira mancha vermelha surgiu agora na superfície do planeta Júpiter, próxima
das outras já conhecidas, num caso que os astrónomos estão a apelidar de “sarampo planetário”.
A mancha é o resultado de uma grande tempestade, comum no maior planeta do
sistema solar, mas o porquê de se tornar vermelha é ainda um mistério para os cientistas.
A nova “borbulha” de Júpiter; muito mais pequena que a Grande Mancha Vermelha
(que já existe há mais de 200 anos), ou a Pequena Mancha Vermelha
(que surgiu na primavera de 2006), foi detectada pelo telescópio espacial Hubble já em
Maio de2008. Antes era só mais uma tempestade e surgia como um ponto branco ovalado.
Uma das teorias é a de que estas tempestades têm força suficiente para levantar o
material da superfície do planeta, para lá das nuvens, expondo-o à radiação solar
ultravioleta que provoca a mudança de cor, graças a uma reacção química ainda desconhecida.
O facto de se estarem a tornar mais comuns confirma a hipótese de que Júpiter está a
atravessar um processo de alterações climáticas. As temperaturas mais elevadas junto
à linha do equador e mais frias no pólo sul desestabilizaram o hemisfério sul, causando
mais tempestades violentas.
Segundo os astrónomos, a nova mancha pode acabar por se fundir com a Grande Mancha Vermelha
quando ambas se encontrarem em Agosto de 2008 (se nenhuma delas se desviar da sua rota),
ou simplesmente a maior pode empurrar a menor para fora do seu caminho.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search