segunda-feira, 15 de setembro de 2014

BACALHAU, UM AMIGO CONSERVADO AO LONGO DOS TEMPOS

.
SABIAS QUE ?

O Bacalhau foi descoberto pelos ''Vikings'', pois era nos mares frios do Norte que este peixe
existia em grandes quantidades e é um dos alimentos mais apreciados pelos portugueses.
No passado, como não havia sal os Vikings começaram a secar o bacalhau ao sol e ao vento
 para que perdesse cerca da quinta parte do seu peso e endurecesse como uma tábua de madeira,
 podendo dessa forma ser consumido durante as longas viagens marítimas.
Segundo registos que datam do ano 1000, foi com os ''bascos'' que o comércio do bacalhau
teve início e se tornou um negócio a nível internacional.
Os bascos conheciam o sal, e por isso salgavam o pescado que depois era seco
nas rochas, ao ar livre, para aumentar a sua durabilidade e facilitar assim a sua comercialização.
O salgar do peixe é um método tradicional utilizado pelos povos pesqueiros desde a sua origem.
Os verdadeiros ''inventores'' da forma definitiva de conservar o bacalhau foram os portugueses que,
no século XV, tinham necessidade de produtos que resistissem às longas viagens marítimas e
alimentassem as suas tripulações, é a eles que devemos a técnica de abrir o peixe recém-pescado
e colocá-lo em sal, para depois já em terra, ser raspado e salgado novamente para completar a secagem.
No presente, embora o bacalhau seja tradicionalmente associado à Ceia de Natal, o certo é que continua
 a ser durante o ano inteiro, o fiel amigo dos portugueses.
No entanto hoje, o processo de salgar e secar o bacalhau é muito mais rigoroso,
hoje é em fábricas que o bacalhau é sangrado e eviscerado.
Depois é lavado e tratado com sal, (cloreto de sódio), e só depois é seco, por evaporação natural ou artificial.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search