quinta-feira, 26 de abril de 2012

PROBLEMAS DO OUVIDO (2ª Parte)

SURDEZ
Existem dois tipos principais de surdez; a surdez de condução, habitualmente curável, que é resultado de um impedimento
da transmissão de sons ao ouvido interno, e a surdez de percepção, que é resultante de uma lesão do nervo acústico.
A surdez de percepção pode ser desencadeada por uma ingestão excessiva de gorduras saturadas através da alimentação,
conduzindo eventualmente à ATEROSCLEROSE dos minúsculos vasos sanguíneos do ouvido e provocando um bloqueio.
As conclusões de vários estudos têm vindo a sugerir que as dietas com baixo teor de gordura estão associadas a melhor
audição e que muitos doentes com problemas de audição apresentam níveis elevados de colesterol no sangue ou são obesos.
Assim, é sensato manter um peso saudável e evitar alimentos com elevado teor de gorduras saturadas,
como manteiga, alimentos fritos e carnes vermelhas gordas, que fazem subir os níveis de colesterol no sangue.
Os especialistas de medicinas naturais acreditam que a dieta pode afetar o funcionamento dos
ouvidos e por vezes recomendam a ingestão de alimentos ricos em vitamina A e tiamina, que,
supõe-se, ajudam a regenerar o tecido lesionado no ouvido e a fortalecer o nervo acústico.
A vitamina A encontra-se no fígado e sob a forma de betacaroteno, está também presente nos
alperces, cenouras, mangas e espinafres; o pão integral contém tiamina.
O doente poderá ser aconselhado a evitar lacticínios e a comer alho, cebolas, rábano e malaguetas,
a fim de reduzir a produção de muco, embora não haja provas científicas de que tais medidas sejam eficazes.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search