domingo, 11 de março de 2012

BRONQUITE - Parte 1/2

.
Bronquite é a inflamação dos brônquios que produz tosse persistente acompanhada de expetoração.
São reconhecidas duas formas de bronquite, a aguda e a crónica.
A forma aguda surge repentinamente e é de curta duração, a crónica é persistente durante anos.
Ambas são frequentes entre fumadores e em zonas com níveis de poluição atmosférica elevados.
Sabe-se porém que este problema pode ser aliviado se se deixar de fumar e adotar uma dieta mais sensata.

UM ORGANISMO DEBILITADO
A bronquite aguda é quase sempre uma infeção secundária, as bactérias invadem um organismo
já enfraquecido pelo vírus da constipação ou da gripe.
Os doentes de asma e outros com problemas pulmonares, os idosos ,os bebés e crianças muito
pequenas e ainda fumadores são os alvos mais prováveis .
A tosse persistente,a pieira e a respiração ofegante que dela resultam, além da expetoração
esverdeada ou amarelada, são sintomas comuns da bronquite aguda.
Quando esta não é tratada , pode evoluir para pneumonia.
As crises de bronquite crónica repetem-se habitualmente ano após ano, alguns dos sintomas
podem fazer-se sentir quase todos os dias.
O doente experimenta ataques repetidos de tosse, podendo produzir expetoração muito abundante.
Uma dieta saudável contribuirá para fortalecer a resistência natural do organismo.
A ingestão adequada de vitaminas A e C, além de zinco, é necessária ao bom funcionamento do sistema imunitário.
Cenouras, espinafres, cebolos, alhos-porros e meloa são ricos em betacaroteno ( a forma vegetal da vitamina A),
também reconhecido como benéfico para a função pulmonar.
Uma pequena porção de fígado todas as semanas é outra boa fonte de vitamina A,
(mas não deve ser comida durante a gravidez)

(Continua)

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search