sábado, 26 de novembro de 2011

CAUSAS E SINTOMAS DA BULIMIA - Parte 2/2

.
(continuação)
Os bulímicos lançam-se frequentemente em dietas rigorosas que habitualmente criam problemas de apetite e de digestão.
Em consequência acabam por se lançarem em episódios de excessos alimentares em que se
podem ingerir entre 3000 a 6000 calorias em apenas uma única refeição.
Seguem-se os sentimentos de culpa, depressão (que pode ser grave e até suicida) e os vómitos provocados.
Na sua procura de perda de peso os bulímicos abusam geralmente dos laxantes, comprimidos para emagrecer
e diuréticos, podem também ingerir grandes quantidades de álcool como forma para tentar esquecer os seus problemas.
Entre outros sintomas, figuram a ausência ou irregularidade dos períodos menstruais, o inchaço dos gânglios do pescoço,
as flutuações de peso e cáries dentárias provocadas pela acidez do vómito sobre o esmalte.
Os rins funcionando mal, podem provocar edema, geralmente nos pés e nos tornozelos.
As vítimas podem ainda ter pulso irregular, debilidade muscular e mesmo ataques epilépticos.
O tratamento médico, que pode estender-se durante 3 anos, pode exigir internamento hospitalar,
para que as dietas, tentativas de vómito e uso de laxantes sejam cuidadosamente vigiados.
Podem ser receitados medicamentos antidepressivos e sedativos.
Ao saírem, os doentes precisam de um período de tratamento em regime externo.
A psicoterapia ou o aconselhamento fazem parte essencial do tratamento e pode envolver a família do doente.
.

Nenhum comentário:

PESQUISE NO TRUQUES & DICAS

Custom Search